Atentem!

AGORA RECORDEM, ESTE SÉTIMO ANJO ESTÁ NA TERRA, NO TEMPO DE SUA VINDA. (Msg-A BRECHA)! ! !

segunda-feira, 18 de maio de 2020

A VINDA DO FILHO DO HOMEM


27 Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem.
                                    Mateus 27



223 “Oh”, ele disse, “Um homem que veio de Oregon; tem um certo sonho, e eu lhe disse que não lhe daria nenhuma falsa esperança. Aqui estão 300 aqui, esperando agora. E eu lhe disse que escrevesse seu sonho. Tenho um monte aqui tão alto e o porei com eles.

224     Eu disse, “Traga-o aqui. Dê-lhe cinco minutos”.
225     Bem, assim que entrou o homem em - cinco minutos! Ele disse, “Sou o Rev. Walker (eu creio que era seu nome) de Oregon. Eu creio que era de alguma denominação. Eu não sei - Presbiteriano, Episcopal; algo.
226     Ele disse, “Eu o conheci cerca de 20 anos atrás. Eu vim a Grant’s Pass onde” - não era Grant’s Pass porém me esqueci o nome do lugar. “Ali toda a região... notícias no jornal toda manhã. Todos sabiam. Eu não podia nem mesmo chegar ao edifício onde você estava, mas um dia eu vi você ir pela rua. Aproximei-me. Quatro ou cinco homem ao seu redor. Saudei você. Eu disse a você que era o Irmão Walker, e você me disse quem era você, e dissemos umas poucas palavras, e então 3 ou 4 grandes homens simplesmente te puxaram”. Ele disse, “Eu não era crítico, e não era por você”. Ele disse, “Eu simplesmente não compreendi”.
227     Ele disse, “Assim segui por uns quantos anos e depois de certo tempo um homem me disse que viesse escutar umas fitas, faz três anos. O homem pôs a fita e quando o fez”, ele disse, “Eu o ouvi falar”. Ele disse, “Este homem crê que você era um - um profeta”. Eu disse ao homem, “Eu não sei dessas coisas - pode ser, por tudo que eu sei”.
228     Assim, ele disse, “Então, outro homem veio a nosso povo, teve um serviço. O conheci, e ele disse, “Eu sou o profeta de Deus desta era”. Ele disse, “Quantos indivíduos são vocês?” Ele disse, “Tenho ouvido onde eles... um homem aqui está ouvindo a fita que disse que William Branham, ali no leste, que era um profeta do dia, e coisas semelhantes”.
229     Ele disse, “Este homem”, (não vou dizer seu nome porque não soa bem aqui, vê você?) ele disse, “Eu conheço William Branham”. Ele disse, “Porém ele é todo falso em sua doutrina. Não é Pentecostal, ele não crê na evidência inicial. Outra coisa”, ele disse, “estes profetas maiores e menores - não há tal coisa”. Ele disse, “É profeta ou não o é, e isso é tudo”.
230     Ele disse, “Bem, senhor, eu não discuto com você sobre isso, eu nada mais disse senão o que ouvi a este homem dizer que esse homem William Branham é... este homem afirmou que ele era um profeta”. Ele disse, “Eu simplesmente queria saber quantos há...” Ele disse, “Porém quero que saiba disto. Eu sou o profeta desta era”.
231     Ele disse, “És? O Senhor te abençoe e vá contigo”.
232     Ele foi, nunca pôs atenção nisso. Ele começou por entre seus irmãos uma série de 3 ou 4 serviços. Foi ao correio e disse, “Não devolvam minhas correspondências. Deixe aqui. Eu volto nuns quatro ou cinco dias, está bem? Puseram uma etiqueta que não devolveriam nada. Foi ali; viu sua filha. De regresso, se deteve numa igreja e teve o serviço dessa noite. Na manhã seguinte ele disse que pensou, “Vou ao Correio Geral”, e quando foi, uma carta tinha vindo pela entrega comum e chegou à sua filha. Sua filha mandou-a pelo Correio Geral.
233     Abriu-a, e dizia que um homem, Senhor Hildebrandt, que é amigo meu, estava tocando as fitas. Teve notícias de Roy Borders (e aquele é um dos dirigentes, vocês sabem) que ia ter serviços, aqui de vinte e oito a primeiro. Que viesse e visse por si mesmo. Ele disse, “Agora, olhe aqui. Estes indivíduos estão tentando puxar-me para lançar-me a algo assim”. Ele simplesmente jogou a carta no lixo, e se foi assim.
234     Ele foi e teve o trabalho naquela noite, e logo na manhã seguinte, começou a apertar seu coração e chorar, ali no quarto.
235     Ele disse, “Irmão Branham, eu sinto que tenho de parar-me diante de Deus. Eu não sei se estava dormindo ou o que aconteceu. Sonhei - vou dizer que estava dormindo, e eu sonhei. Eu pensei que meu filho, no mercado, meteu sua mão num fardo. Quando o fez era um fardo de maçãs, e todas viraram. Quando fui levanta-las, todas eram maçãs verdes com uma mordida já tirada nelas. Estava levantando-as; voltando a coloca-las no fardo; algumas delas rolavam para fora e rolavam para baixo. Esforcei-me para apanha-las na grama, e elas rolavam debaixo dessas cercas de cadeias e fechaduras, e esta grande super-estrada seguia ali dentro. Olhei para o oriente e a cadeia estava enganchada em frente de uma rocha grande no oriente. Voltei ali atrás; pensei baixar esta cadeia e voltar maçãs para o homem. Comecei a baixar a cadeia; e uma voz sacudiu toda a terra. A terra se sacudiu sob meus pés.
236     Ele disse, “Depois que terminou de sacudir-se, ouvi uma voz; Irmão Branham, era sua voz! Eu sei, algo me falava. Disse, ‘Eu cavalgarei esta estrada mais uma vez!’ Comecei a olhar para cima, para a rocha assim, e continuei olhando, alem das nuvens, acima numa rocha que se conduz do oriente ao ocidente em forma pontiaguda assim, como pirâmide. Corri atrás para o oriente e ali você estava parado sobre um cavalo, que em minha vida eu jamais tinha visto coisa assim - grande cavalo branco, a crina branca pendurada para baixo, e você estava vestido como um chefe indígena - com todas as coisas que os índios usam. Tinha um peitilho; pulseiras nos braços, e tudo ao redor assim como isso. Você tinha suas mãos como aquele - aquele cavalo, de pé ali como um cavalo militar, com uma certa ostentação assim, andando, e eu parado quieto - e” ele disse, “você puxou as rédeas; se foi cavalgando para o ocidente. Olhei para ali e ali havia um montão de cientistas”.
237     Na manhã seguinte (foi sábado) na manhã seguinte eu preguei sobre “Os Cientistas São do Diabo”.
238     E ele disse, “Cientistas, eles estavam colocando coisas em tubos e misturando-os. Você parou o cavalo, levantou suas mãos e começou a gritar: ‘Eu cavalgarei este caminho mais uma vez!’ e ele disse que a terra inteira se sacudiu. Essa gente se sacudiu, olhando um ao outro, olharam para cima para você, encolheram os ombros e seguiram com suas investigações cientificas”.
239     “Você começou a ir-se para o ocidente, e quando o fez, eu vi este homem que se chamou, ‘um profeta’, você sabe. Ele veio sobre um cavalo que estava mesclado de branco e preto. Ele chegou detrás deste grande cavalo. Este estava mais acima das nuvens e o caminho não estava mais largo que isso. Aquele cavalo somente corria com o vento soprando as plumas, todas suas vestiduras, então a crina do cavalo e cauda voando. Grande mestre, grande cavalo branco caminhando em linha, e este indivíduo correu atrás de você - veio rumo ao Canadá”, (e o homem mora no Canadá) E ele disse, “...regressou e tomou seu cavalo pequeno, esforçando-se pra derrubar seu grande cavalo fora; dando-lhe volta; fazendo que sua traseira golpeasse contra... Ele não moveu o cavalo grande; ele simplesmente continuou andando. Logo, de repente deu uma virada. Aquela foi a terceira vez que falou, mas na segunda vez você disse, ‘Eu cavalgarei’. Você não falou como o fez; você mandou. Você virou e chamou o homem pelo nome e disse, ‘Saia daqui! Você sabe que homem algum cavalgará este caminho aqui a menos que Deus tenha ordenado a faze-lo. Saia daqui’”.
240     Ele disse, “O outro homem virou a rédea; e o homem me havia escrito cartas, e através das ancas de seu cavalo (aquele negro cinzento e mesclado) pelas ancas de seu cavalo estava escrito seu nome - assinado exatamente como está em sua carta. Ele cavalgou para o norte.
241     Logo você desceu; aquele cavalo virou ao redor tão longe ao ocidente como você pôde. Você parou, levantou suas mãos assim”. Então ele começou a chorar. Ele disse, “Irmão Branham, veja este cavalo parado lá, garra de guerra e tudo como isso, e aquela armadura de peito e tudo resplandecia”. Ele disse, “Você levantou suas mãos um momento e olhou outra vez; levantou suas rédeas e disse, ‘Eu cavalgarei este caminho somente mais uma vez!!’” Ele disse, “A terra toda de um lado ao outro assim, e já não permaneceu mais vida em mim. Somente caí abaixo, ao lado da rocha, e despertei”.
242     Ele disse, “Que significa isso, senhor?”
243     Eu disse, “Eu não sei”.
244     Na manhã seguinte Junior Jackson, o que teve o sonho da pirâmide, vocês sabem, quando fui ao oeste, vocês se recordam que ele me chamou como que um mês ou dois antes. Ele tinha um sonho que lhe estava queimando; tinha que contar-me. Eu disse, “Billy... Há cerca de 20 esperando ali fora”. Ele disse, “Junior Jackson diz que tem que contar-te um sonho”.
245     Eu disse, “Mande-o aqui uns cinco minutos”.
246     Ele trouxe a sua esposa, e ele disse “para testemunha”. Ele disse, “Eu sonhei, Irmão Branham, que eu e minha esposa estávamos passeando. Vi atrás ao oriente e vi - parecia um ponto - como um desses discos voadores”.
247     Vê, o mundo não sabe o que é isso. Você sabe... você sabe; nós sabemos que é isso. Sabemos que são Anjos de Juízo investigando, vê. Como aquele Pentágono, como tudo isso descende à inteligência; como eles se vão como um relâmpago e se vão, se arrancam de qualquer coisa que eles tem. Vêem, eles não sabem o que é isso. Deixem-os pensar o que quiserem. Eles os chamam discos voadores ou qualquer coisa; Eles não sabem.
248     Ele disse, “Eu vi que vinha, e observei. Era um homem montado num cavalo, e ele vinha com velocidade de relâmpago. Vi que ia descer diante de mim, e eu parei meu carro e saltei fora. Quando o fiz um cavalo estava parado no caminho, um grande branco militar andando empinado”. Essa é a Palavra, por certo, vocês sabem, andando empinado.
249     Ele disse, “Havia um homem ali montado. Estava vestido com roupagens do ocidente - não era um vaqueiro, porém se parecia com um chefe de guarda-bosques ou algo”. (Veja, toda autoridade de chefe foi ao ocidente. Os Índios sobre os Índios, guarda maiores de bosques sobre...) “O homem tinha um chapéu puxado para baixo e estava olhando para um lado, e quando ele virou para o outro lado”, ele disse, “Era você Irmão Branham. Você nunca falou como o fez. Você disse, ‘Junior’ - chamou três vezes”. Ele disse, “Eu te direi o que fazer”. Logo você puxou as rédeas do cavalo; deu como que três golpes violentos e se foi ao céu, e você se havia ido - para o ocidente!
250     Ele disse, “Somente um minuto! Olhei ao redor e aqui vinha um cavalo menor, daquela mesma raça, porém menor parado. Andei ao redor”, ele disse, “Ele deve ter enviado este aqui para mim. Subi” - Junior tinha cavalgado um pouco também. E ele disse, “Você sabe como sua cela de montar encaixa, Irmão Branham, os estribos e tudo. Eu pensei, bem, isto encaixa perfeitamente bem. Puxei as rédeas, andou ao céu. Puxei as rédeas, parei e voltei. Quando voltei, parei o cavalo, desci e falei à minha esposa, e o cavalo se havia ido”. Estava instigado.
251     Logo anteontem, faz três dias veio Leo Mercier - dizendo o mesmo sonho, não sabendo nada sobre isso - tentando misturar um grande burro branco com uma égua e eles não puderam faze-lo - nervoso. Ele disse, eu andei lá para cima; e disse “Leo” e disse o que fiz. Eu não desejo dizer isto aqui. Eu lhe disse o que eu fiz. Ele disse, “Não vês que não entendia”. Eu não sabia que Ed Daulton tinha um genro, e o genro tinha um cachorro com este nome.
252     Tu saberás, Leo, teu sonho, porém quando despertares, recorda-o! ele disse, “Jamais ouvido tal mandamento”.
253     Como que a este tempo Roy Roberson entrou; disse, “Irmão Branham, se recorda ali atrás antes que você deixasse a igreja pela primeira vez? O vi assentado como que na Palestina. Nós estávamos...toda a junta e tudo, como que à mesa da ceia do Senhor, e logo você falou, e não estava você seguro do que falava”. Ele disse, “Uma nuvem branca veio e o cobriu; o envolveu”.
254     Quantos se recordam do sonho do Irmão Roy? “E”, ele disse, “A nuvem branca o envolveu e logo você se havia ido, e eu andei pelas ruas gritando e chorando e quando eu saí aqui fora e esse pobre braço velho paralítico como... Ele deixou cair o rastel e começou a chorar, quando me viu vindo para ali. Eu não o havia visto, para que ele me contasse o sonho. E ele disse... ele estava rastelando... e disse, “E você se foi e por isso eu andei pelas ruas em todas as partes tratando de encontra-lo; eu não pude encontra-lo em parte alguma. Eu estava gritando, ‘Oh, Irmão Branham, não se vá! Uma nuvem branca veio e o envolveu e o cobriu de nós para o ocidente’”.
255     Isso foi antes da pirâmide ou qualquer coisa. Ele disse, “O envolveu para o ocidente. Eu chorei e andei pelas ruas, e depois de um tempo fui e me assentei à mesa. E por casualidade vim para a cabeceira da mesa. Pude ver que muitos de vocês estavam brancos como a neve. Você estava parado ali e você falou com autoridade. Não havia conjectura. Cada homem entendeu exatamente o que você disse”.
256     Oh, meu irmão, irmã; agora, cada um de vocês consciente ‘Eu sei o que isso significa’. Vêem? Simplesmente observem! Estejam próximos de Cristo. Deixe-me adverti-los agora, como um ministro do Evangelho que isto... não admitam tonterias! Não imaginem nada! Detenham-se ali mesmo ate que isto de dentro esteja firmado à Palavra que você está reto em Cristo, porque essa é a única coisa que vai... Porque estamos na era mais enganosa que jamais temos vivido. Enganaria até mesmo aos escolhidos se fosse possível, porque eles tem unção. Eles podem fazer qualquer coisa igual ao resto.
257     Limpem suas vidas, paguem suas dívidas; não devam a ninguém. Jesus disse,
“Não...” Agora, eu ano quero dizer coisas como seus alugueis de casas e coisas assim. Vocês tem que fazer isso. Tirem todas as coisas de suas mãos. Acertem tudo. Preparem-se. Recordem no Nome do Senhor, algo está para suceder!
258     Eu vou ao monte esta semana. Não exatamente para caçar esquilos - naturalmente eu gosto de caçar esquilos, porem vou ali com este propósito, dizendo, “Oh, Deus, eu não sei a que lado mover-me, e não quero perder isto! Ajuda-me.”
259     Vocês orem por mim. O farão? Eu estarei orando por vocês. Oxalá que pelas misericórdias de Deus eu encontre a cada um de vocês, e nos reunamos numa terra melhor que esta aqui.
260     Para que estamos nós vindo aqui? Que estamos fazendo? Estamos vindo aqui para brincar? Estamos vindo aqui reunindo-nos como um clube? Cristo não pode vir ate que a Igreja esteja perfeitamente bem. Ele está esperando. Eu creio que estamos no final.
261     Olhem a Califórnia. Vejam aos tumultos. Olhem as 19 pessoas que foram mortas, racismo. Não lhes disse faz pouco, que Martin Luther King ia dirigir sua gente a um massacre? Quantos se recordam disso? Não é a gente de cor, são os líderes incitando-os. Não é a integração, segregação, ou o que querem chamar! É o diabo! É a verdade. Não só para os brancos, de cor - são todos eles. É o diabo! As faculdades mentais e razões do homem estão arruinadas. Não há esperança. Está além da esperança. A coisa inteira é uma chaga apodrecida.
262     As faculdades do homem - elas não podem fazer decisões. Eu não sou um político. Eu não... nem Democrata ou Republicano, todos eles estão corrompidos. Eu sou por um Reino e esse é o Reino de Cristo Jesus. Isso é tudo. Mas como no mundo - têm visto o montão de fantoches como os que temos ali? Com aquele montão de Texanos que temos ali. Ora, eles dizem, “O que o povo quiser. Se quiser Comunismo, lhe daremos Comunismo. Se quiserem integração, lhe daremos integração. Querem segregação, lhe daremos... o que for. Onde está o homem!
263     Oh, Deus, isso é como o púlpito. Onde está o homem! Homem que é Homem que defende os princípios! Onde está uma igreja que defende um princípio! Eu não tenho um níquel que valha o tempo por um espírito insípido, que cede, e que é comprometido!
264     Se uma mulher é mulher, então que seja dama. Se um homem é homem, então que seja homem. Se é presidente... Onde está nosso John Quincy Adams? Onde está nosso Patricy Henry? Disse, “Dê-me a liberdade ou dê-me a morte.” Onde está um homem que defenda a retidão! Onde está um homem que não  tem medo de falar sem considerar se todo o mundo é contra ele, falar o que é certo, sofre e morrer por isso?

E NÃO SABEIS
15 de Agosto de 1965
Jeffersonville - Indiana - E.U.A.

Tradução - GO




Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui, seu comentário.Qualquer opinião será bem vinda!

VERSÍCULO DO DIA

Copyright © Vejo Já! | Suporte: Mais Template